Quem é Bárbara Virgínia? no festival Porto Femme

Porto Femme

“Exibir e divulgar o trabalho das mulheres” no cinema é o objetivo do Porto Femme, cuja primeira edição vai decorrer de 30 de maio a 3 de junho.

Promovido pela XX Element Project – Associação Cultural, o Porto Femme “pretende exibir e divulgar o trabalho das mulheres” no mundo do cinema, “promovendo a igualdade e o empoderamento destas no universo cinematográfico”.

O evento pretende ser um “lugar de exibição e divulgação de múltiplos e diversos universos que colocam a mulher no centro”.

Quem é Bárbara Virgínia? foi o filme de abertura do Festival Porto Femme na biblioteca Almeida Garrett no Porto.

Quem é Bárbara Virgínia? de Luísa Sequeira

 

Luísa Sequeira na sessão de abertura da 1ª edição do festival Porto Femme na biblioteca Almeida Garrett no Porto.

Shortcutz Porto # 229

Festival de Cinema 
Local: Maus Hábitos
16 de Maio às  22 horas
Entrada gratuita
Programação: Luísa Sequeira
Deus Providenciará do realizador Luís Porto
“Coerência” do realizador Miguel De
“O Sonho do Quarto Azul” do realizador Luis Lhano
Deus Providenciará do realizador Luís Porto
“Coerência” do realizador Miguel De
“O Sonho do Quarto Azul” do realizador Luis Lhano 

filme “Os Cravos e a Rocha” no Shortcutz Ovar

Dia 26 de Abri às 22 horas no Museu de Ovar

“Os Cravos e a Rocha” no Shortcutz Ovar

Filme ” Os Cravos e a Rocha” de Luísa Sequeira

A convidada da sessão do Shortcutz Ovar  é Luísa Sequeira, realizadora e programadora do Shortcutz Porto, com a curta-metragem “Os Cravos e a Rocha”, integrando o programa CurtaDELAS.

Os realizadores estarão presentes para conversa com o público.

Who is Bárbara Virgínia? at Frames – Portuguese Film Festival

Who is Bárbara Virgínia? by Luísa Sequeira  at Frames – Portuguese Film Festival

The theme for 2018 is Frames On Women.
An edition that brings women to the foreground.

Sabrina Marques interview Luísa Sequeira at Frames

The 5th edition of Frames – Portuguese Film Festival casts the light on women.
Frames On Women is firstly about the complex problem of the representation of women in film and, secondly, about giving fair visibility to women through Portuguese cinema. Considering the vast majority of contemporary cinematic depictions is still linked to the male gaze, it is imperative to counteract it. This edition features therefore a selection of films from women and/or about women, placing the female gender on the foreground.